fbpx

Junho Vermelho Pet

No mês junho Vermelho, data que desde 2014 tem como objetivo homenagear todas as pessoas e animais que praticam esse ato solidário e, também, conscientizar e incentivar sobre a importância da doação de sangue.

As transfusões de sangue são essenciais no tratamento de animais com doenças que levam à anemia. O sangue também deve estar disponível para a realização de procedimentos cirúrgicos e no atendimento de vítimas de acidentes com perda sanguínea.

Além disso, o sangue pode ser totalmente transfundido e também é possível fraciona-lo em hemocomponentes (plasma, plaquetas, hemácias, sangue total), dependendo da necessidade do cão que irá receber a transfusão.

Assim como na medicina humana, nossos amigos de quatro patas também sofrem com a escassez de bolsas de sangue. No Brasil, já existem diversos bancos para coleta, mas o número de doadores ainda está muito abaixo do necessário para suprir a demanda. Por isto, uma campanha de conscientização é tão importante.

Muitos tutores desconhecem a importância da doação de sangue para os animais de estimação e outros têm receio de que o procedimento cause algum risco ao pet, principalmente para aqueles que não são doadores ou desconhecem o procedimento.

No entanto, o processo para doar é seguro e não provoca efeitos colaterais. Além disso, é indolor e muito rápido (dura cerca de 15 minutos). A doação de sangue dos pets é muito segura quando feita da maneira correta e por um veterinário capacitado. Como acontece com os humanos, o cão ou gato pode ficar um pouco fraco nas primeiras 24 horas após a doação, o que é algo comum e passageiro.


Como acontece a doação?

Para doar, os animais precisam estar de jejum de 12 horas e passar por uma série de testes clínicos, que vão verificar se eles estão em boas condições de saúde. A doação é realizada por meio da veia jugular e o sangue é coletado em uma bolsa (como é feito com os humanos). Os cães podem doar até 450 ml de sangue. É importante destacar que os cães não podem doar ou receber sangue dos gatos porque a tipagem sanguínea é diferente.

A partir do momento em que é identificada a necessidade de transfusão, o primeiro passo é analisar a compatibilidade entre os cães doador e receptor. Os animais têm vários tipos sanguíneos e, para realizar uma transfusão, é necessário antes fazer um teste de compatibilidade com o sangue do doador.

No caso dos cães, existem cerca de 20 tipos de tipos sanguíneos que podem, inclusive, variar entre animais de uma mesma raça. Quanto mais mestiço for o doador, menor a chance de reações alérgicas.

Após a coleta, o cãozinho doador dever permanecer em observação e não é recomendado que ele se aventure em atividades físicas intensas.

Quais os critérios para um cão se tornar um doador (Assim como os humanos, os animais precisam atender alguns critérios para doar.) 

E eles são:

  • Ser saudável;
  • Idade entre 1 e 8 anos;- Peso mínimo de 27 kg;
  • Temperamento dócil (a doação é realizada com o animal acordado);
  • Vacinação e Vermifugação atualizadas;
  • Apresentar o controle de pulgas e carrapatos;
  • Não apresentar doença ou transfusão prévia;
  • No caso de fêmeas, não podem estar em período gestacional

Não há nenhum efeito colateral e, em até três meses, o volume de sangue é reposto pelo organismo e o animal pode fazer nova doação.


Quais as vantagens de um cão doador?

Além de ser um ato de amor, traz muitos benefícios para os nossos amiguinhos solidários. A maior parte dos bancos de sangue oferecem de cortesia ao cão doador diversos exames que ajudam no monitoramento da saúde dele como um exame físico completo e um “Check up” periódico incluindo os seguintes exames:

  • Hemograma completo (detecta anemia e infecções assintomáticas);
  • Teste de Função Renal e Hepática;
  • Teste para detecção de Leshmaniose, Dirofilariose (verme do coração), Erlichia canis e Lyme (doenças transmitidas pelo carrapato)e Brucella.

Procure saber se na sua cidade existe um banco de sangue animal e permita que seu cão salve a vida de outros pets. E claro: converse com o médico veterinário de sua confiança para obter todas as informações necessárias para que seu companheiro se torne um doador.

Conecte-se com a realidade e junte-se a uma rede de solidariedade. Aceite o convite de você e o seu cão se tornarem doadores de sangue. Compartilhe esperança para aqueles que precisam de ajuda.

Doe sangue e Salve Vidas.

Gostou? Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Atendimento AN Pets
Iniciar bate papo