fbpx

Meu pet não bebe água, o que fazer?

Se você é dono de um cachorro, provavelmente já presenciou seu amiguinho, sedento, correr até sua bacia de água e fazer uma bagunça completa com o pote de água. 

Por mais angustiante que isso possa ser, é ainda mais angustiante ver que seu pet não está bebendo água. Se você notou que a ingestão de água do seu pet diminuiu, ou nuncas teve boa, você provavelmente deve começar a se preocupar.

A água é uma parte essencial da vida para os pets, assim como é para os humanos. Os pets devem consumir em torno de 50ml/kg de peso todos os dias para garantir que estejam hidratados. Este número deve dobrar quando o dia está quente ou depois de um exercício rigoroso.

Seu cachorro corre um risco ainda maior de desidratação, quando está quente, do que você, porque ele não pode suar. As únicas glândulas sudoríparas em um cão estão em suas patas, e essas não são suficientes para mantê-lo calmo. 

O maior fator de risco de desidratação vem de sua incapacidade de esfriar seu corpo tão rapidamente. A água é a chave para manter seu cão fresco, saudável e feliz.

 

Então fica ligada em alguns motivos que fazem seu pet não beber água:

– Mudança no tempo:

Há uma boa chance de eles não estarem com tanta sede devido às temperaturas mais frias. Isso também vale para se seu cão não fez muito exercício.

– Lugares desconhecidos ou novos:

Se você está em um lugar desconhecido ou novo, seu pet pode se comportar de um modo diferente. Cães têm narizes muito sensíveis e se sentirem o cheiro de uma fonte de água que não estão acostumados, sua composição genética possivelmente lhes dirá que não é seguro. Esta foi uma de suas muitas táticas de sobrevivência desenvolvidas séculos atrás.

– Problemas de Saúde:

Há também muitos problemas de saúde que podem mexer com a ingestão de água do seu pet. Doenças renais ou infecções do trato urinário são dois grandes culpados da redução da sede. Certifique-se de acompanhar quanta água seu cão está bebendo para que o veterinário tenha uma ideia do que está acontecendo.

– Velhice:

À medida que seu pet envelhece, ele pode começar a beber menos água. Pode ser porque ele tem que fazer muito esforço para ir atrás da tigela de água ou simplesmente porque sua sede e receptores de fome estão começando a diminuir. Pets mais velhos não fazem a mesma quantidade de exercício que os mais jovens e não se esforçam tanto para isso. E é de se esperar que eles não bebam tanta água.

No entanto, se você tem um pet mais velho você precisa ter certeza de que eles não estão bebendo pouco água. Neste ponto de suas vidas, pode ser uma boa ideia mudar para a alimentação natural para garantir a ingestão de um pouco de água.

 

– Experiência Negativa:

Há também cães que podem associar água potável a uma experiência negativa. Se você adotar um cão de abrigo, ele pode se recusar a beber do mesmo tipo de tigela que o abrigo forneceu porque ele o associa a uma experiência negativa.

Há uma abundância de razões para ele ter sentimentos negativos. Também pode ser que ele seja realmente exigente e não goste do tipo de tigela ou da localização dela. Se você suspeitar que este seja o caso, tente comprar uma tigela nova que parece totalmente diferente e colocá-la em um novo local. Isso pode esclarecer o problema imediatamente.

 

– Lesões Bucais:

Verifique se há algo estranho no interior da boca do seu pet. Como a presença de objetos estranhos, problemas nos dentes e gengivas.

 

– Ansiedade:

Se algo novo está acontecendo na casa como divórcio, morte de alguém próximo, chegada de um bebê, mudança ou vocês ficam muito tempo fora de casa, isso pode influenciar diretamente no desejo do seu companheiro de comer e beber.

 

Mas o que fazer quando seu pet não bebe a água que devida:

Alguns truques para fazer seu pet consumir água é adicionar um pouco de água à sua comida seca tornando-o úmido, caso você ainda ofereça ração. Você também pode dar gelo ao seu pet recheado de frutas ou proteínas para servirem como petiscos.

Oferecer algum tipo de caldo de frango ou osso, também é uma boa ideia. Mudar a tigela de água de lugar e espalhar outras pela casa, é uma excelente estratégia para estimular a ingestão de água.

Agora, se você quer tirar uma preocupação da sua cabeça e garantir a ingestão involuntária de água diariamente, mude a alimentação do seu pet para alimentação natural. Dessa forma, a ingestão de água está garantida, assim como, muito mais saúde e qualidade de vida.

 

Agora se você acha que seu pet está há muito tempo sem beber água, procure o seu veterinário de confiança para ele poder examiná-lo e garantir que se pet não fique desidratado e precise tomar medicações e fazer fluido terapia.

 

E aqui estão alguns sinais que seu pet está desidratado:

• Lábio, gengiva ou boca secos;

• Apatia;

• Gengivas e língua seca;

• Olhos secos ou saltados;

• Perda de peso;

• Perda de apetite;

• Respiração ofegante;

• Batimentos cardíacos acelerados;

• Falta de elasticidade da pele.

Se as cavidades orais e oculares dos animais estiverem pouco úmidas, pode significar uma desidratação. Entretanto, é por meio da elasticidade da pele que se percebe a presença do problema no pet. 

Quer descobrir se eu pet tem esse problema?

É só puxar a pele do animal e observar o tempo que ela leva para voltar à sua posição original – sendo que o certo é que o retorno à posição seja imediato. Se isso não acontecer é porque ele está desidratado.

Então fique sempre atento aos sinais!!

Gostou? Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Atendimento AN Pets
Iniciar bate papo